fbpx
11 de julho de 2022 5 minutos de leitura

Não é de hoje que se discute sobre a formação de um profissional no atual mercado de trabalho. Onde, para determinadas ocupações, algumas exigências são mais específicas do que para outras. O que é o caso de um profissional que atua, ou busca atuar, como um Controller Jurídico em um escritório de advocacia ou departamento jurídico. 

Visando a formação acadêmica desse profissional, fica a dúvida se, é necessário ter a formação comprovada em direito (bacharel ou advogado), ou esse profissional poderia apenas ser um profissional de outra área do mercado, como um administrador ou contador, com suas respectivas formações na área?

É mais importante analisar as capacidades de um controller jurídico e suas competências na área, do que apenas teorias e técnicas referentes a sua formação.

Apesar disso, não podemos discordar de que não restam dúvidas sobre um consenso a que se possa chegar sobre a formação adequada para um profissional dessa área, entretanto, vale salientar que algumas soft skills já ultrapassam, com unanimidade, a forma com que esses profissionais precisam estar presentes e se apresentar para o cargo.

  1. O que é um controller jurídico?
  2. Quais as suas funções no escritório?
  3. Qual a importância de um controller jurídico no escritório?
  4. Quais as principais habilidades de um controller jurídico?
  5. Quando é necessário contratar um Controller Jurídico?
  6. Práticas da controladoria jurídica no escritório
  7. Conclusão

O que é um controller jurídico?

Podemos informar que o controller jurídico é um dos profissionais que atua diretamente como o gerente de uma organização. Seu foco principal são as demandas específicas do setor jurídico. Sendo esse profissional o responsável direto pela gestão de ponta a ponta.

Um de seus principais objetivos é administrar e garantir que os processos sejam cada vez mais eficientes. Dessa forma, os advogados conseguem adquirir mais produtividade em suas rotinas, mais organização, assim como lucratividade.

De forma prática, o controller jurídico atua diretamente na atividade de gestão.

Quais as suas funções no escritório?

Como já citado anteriormente, atuar na gestão de todo um escritório de advogados ou diretamente na gestão de setores e departamentos jurídicos em empresas, o controller jurídico precisa cuidar de todas as atividades e facilitar o cotidiano dos advogados.

Sua principal função é gerir, ou seja, fazer a gestão de projetos, otimizar atividades, tarefas, dentre outras questões as quais estejam interligadas com seu foco principal, controlar e manter a ordem visando mais produtividade e organização em um ambiente de trabalho.

Qual a importância de um controller jurídico no escritório?

Como você mesmo já deve ter chegado a conclusão, um controller jurídico é mais do que essencial em um escritório de advocacia ou departamento jurídico de uma empresa. Especialmente em escritórios em que os advogados não têm tanta facilidade e familiaridade com gestão jurídica, preferindo, portanto, exercer de fato a advocacia.

Com a contratação de um profissional da área, é garantido que a sua produtividade dobre, afinal, não tendo que cuidar da parte cansativa da gestão do escritório, sobra mais tempo para exercer e empenhar suas habilidades em uma área que lhe traga mais benefícios, ao longo e ao curto prazo. 

Ao se questionar se você precisa de um controller jurídico, vale a pena pensar em, como um profissional do direito irá exercer a atividade que tanto preza, que é advogar, ao ter que cuidar da gestão de um escritório com tantos afazeres?

Por isso, ter um controller jurídico aparenta ser tão necessário. Afinal, uma das coisas mais valorizadas hoje em dia é o tempo, tempo para se dedicar a outra atividade, a um aprimoramento de habilidades, a entender um caso de um cliente ou passar mais tempo com a família. Porém, o que vemos em nosso cenário atual do mercado jurídico, é cada vez menos profissionais com tempo de sobra, estando cada vez mais sobrecarregados pela rotina exacerbante.

Quais as principais habilidades de um controller jurídico?

Muitos dos pontos fortes de um controller jurídico são suas soft skills, ou seja, um conjunto de habilidades que se relacionam ao comportamento e a interação humana. São essas algumas habilidades que o profissional pode conter em sua essência, como o senso de liderança, ou algo que ele poderá desenvolver em seu trabalho, como comunicação, organização etc.

Para um controller jurídico, as habilidades essenciais para se destacar nesse meio e desempenhar um bom papel junto ao setor jurídico em que se integre são:

  • Organização: para estar em ordem com seus afazeres e os demais colaboradores em um departamento ou escritório jurídico;
  • Gerenciamento de processos: afinal, esse profissional estará à frente dos processos de todo o departamento e/ou escritório, gerenciando não somente os colaboradores, como também os processos e projetos;

    Leia também: Será que para fazer gestão de pessoas é necessário ter um departamento de RH no seu escritório?
  • Proatividade: o que alguns dizem que em uma dosagem muito grande é ruim, a proatividade é bem vinda em qualquer área do mercado, sendo esses profissionais extremamente valorizados, não somente por sua disponibilidade, como também a qualidade com que desempenham suas funções;
  • Ter boa comunicação: a comunicação é a chave para o sucesso. Pensando em uma forma mais marketeira, se comunicar com as pessoas é a chave para conquistar um público-alvo, seja no anúncio de um produto, ou na forma com que o mesmo é apresentado no mercado. Além disso, saber se comunicar com seus clientes e colaboradores também é essencial, onde você precisa expressar bem suas opiniões e solicitações;

Ter capacidade para transmitir informações e mensagens que gerem compreensão e feedback e o oposto, de compreender e dar o feedback adequado para as mensagens recebidas. Clareza, objetividade e mais cordialidade são fundamentais na comunicação em geral, dentro de um ambiente de trabalho, especialmente entre  Controladoria Jurídica e a área técnico-jurídica de escritórios ou empresas.

Quando é necessário contratar um Controller Jurídico?

Assim como existe um momento específico para uma empresa e/ou escritório de advocacia começar a investir em um marketing mais institucional, ou em um com uma pegada mais ativa e focada completamente na conversão, existe também o momento adequado para se contratar um controller jurídico. Afinal, ações que tenham um grande impacto precisam ser pensadas e planejadas com atenção.

Grande parte dos advogados e advogadas já formados na área do direito, desejam realmente advogar. Trabalhar com clientes, resolver casos, estar na profissão assim como foram treinados e preparados para fazer durante a graduação. Porém, apesar de estarem dispostos a tal, muitos profissionais se sentem incapazes de advogar quando há uma demanda tão exacerbante de trabalho.

Como, por exemplo, em um escritório jurídico onde você precisa cuidar de setores como administrativo ou financeiro, cuidar da contratação de profissionais do direito, ou até de demandas menores, como manutenções em seu ambiente de trabalho etc. Dessa forma, advogar se torna um processo mais complexo.

É aí que se encaixa a necessidade da contratação ou designação de um profissional para o cargo de Controller Jurídico, assim, você consegue realmente focar na advocacia, enquanto um outro profissional qualificado e capaz cuida da gestão de todo o restante.

Práticas da controladoria jurídica no escritório

Existem muitos benefícios a se ter um profissional da controladoria em seu escritório de advocacia, muitos destes que otimizam o seu trabalho e lhe garantem mais produtividade. Por isso, acompanhe algumas boas práticas do profissional da área que podem beneficiar seu escritório e/ou departamento jurídico:

Analisar segmentos do mercado

Que o mercado, seja jurídico ou não, está em constante desenvolvimento, já não é uma novidade. Todo dia nos deparamos com uma nova descoberta tecnológica, um novo software jurídico, ou até mesmo um novo produto que promete mudar a forma como o mercado atua.

E, mesmo que você não acompanhe as mudanças que ocorrem à sua volta com tanta frequência, existem alguns profissionais que ficam de olhos bem abertos nisso. O que é o caso de um Controller Jurídico, onde, o profissional que atua nessa área precisa se manter atualizado sobre as inovações e atuações dos segmentos no mercado, para assim conseguir cuidar da gestão e de novos projetos para o seu escritório investir.

Elaborar planos estratégicos e financeiros

Cuidar do seu bolso é tão importante quanto cuidar do seu planejamento. Ao investir em uma nova ação para divulgar o seu escritório, você precisa planejar uma estratégia que atraia o seu público-alvo desejado.

Portanto, cuidar de estratégias e também do lado financeiro do negócio é muito importante e uma boa prática do Controller jurídico. Sem ter um escritório saudável financeiramente, suas chances de ter sucesso em estratégias são cada vez mais nulas.

Analisar dados contábeis e tributários

Além de tomar conta das demandas administrativas, também faz parte do escopo de funções de um Controller Jurídico promover melhorias contínuas para o escritório. Diante disso, o mesmo deve estabelecer parâmetros para controle e análises de resultados e métricas.

Ao prezar pela substituição da clássica planilha por sistemas e softwares jurídicos integrados, o mesmo poderá fazer cálculos e disponibilizar dados contábeis e tributários. Dessa forma, a gestão do escritório se torna mais simples e eficaz.

Analisar performance e resultado financeiros

Seguindo a mesma linha de raciocínio acima, os dados e análises disponibilizados por alguns sistemas oferecem métricas bastante completas sobre a performance de seus processos. Com isso, a trajetória para se identificar erros, otimizar projetos e aplicar mudanças se torna mais simples.

Desta forma, podemos considerar que a tecnologia também é um meio mais compacto e eficiente para se monitorar resultados financeiros. Esses métodos fazem com que o controller jurídico consiga administrar melhor o financeiro do seu escritório/empresa. Assim, o mesmo preza por minimizar os custos e utilizar/otimizar os recursos que estão disponíveis.

Sugerir mais oportunidades de negócio

Como já citado anteriormente, o mercado é um sistema em constante evolução e movimento, onde, o que faz sentido hoje, amanhã pode estar obsoleto. E é isso o que um controller jurídico será capaz de fazer, ou seja, sugerir mais oportunidades para o desenvolvimento do seu escritório.

Encontrar boas oportunidades para investir não é um processo simples e que pode ser realizado do dia para a noite. Existem muitos passos que precisam ser seguidos, assim como muitas formas de adaptar a sua equipe para possíveis mudanças. É atuando com proatividade e eficiência que um controller jurídico tem a possibilidade de correr atrás de novos investimentos e alcançá-los para o seu escritório.

Identificar problemas e encontrar mais soluções

Um dos grandes desafios de se administrar um negócio é compreender os problemas e fraquezas do seu negócio e conseguir boas soluções para tais. Quando um de seus funcionários reclama sobre algo, encontrar uma solução para este caso pode ser desafiador. Porém, faz parte do escopo do chefe administrar desavenças e problemas e trabalhar em soluções.

O que, quando se tem um profissional específico e especializado para tal, a jornada no meio jurídico se torna um pouco menos desafiadora. Assim, um profissional da controladoria jurídico tem autonomia e qualificação para localizar problemas, planejar e aplicar soluções que possam ser realmente efetivas para o caso.

Conclusão

Existem muitas mudanças e inovações as quais precisamos nos adaptar em nosso dia a dia, isso já não é uma novidade. Certo?

É por isso que, ao chegar até aqui, acredito que você tenha entendido os pontos de necessidade em sua advocacia, para assim aplicar as melhores medidas e processos.

Espero que tenha aproveitado essa caminhada e caso tenha dúvidas, estamos à disposição!

Sobre o autor

Fabiano Marchiorato Portugal é mentor/consultor da área de Controladoria Jurídica da Éos, e tem mais de 20 anos de experiência em implantação/renovação de Controladorias Jurídicas e gestão de equipes jurídico-administrativas.

Newsletter

Receba uma dose semanal de inspiração e inovação direto na sua caixa de e-mail

© 2020 ÉOS - Gestão na advocacia.
Designed by Monotípia